Translate

23 de maio de 2012

Policiais são acusados de estuprar grávida em Minas Gerais

Além de supostamente estuprar a mulher os policiais, um cabo e um soldado do 39º Batalhão da Polícia Militar, também teriam agredido o namorado dela


Por: Denise Motta, iG Minas Gerais 
Uma mulher de 18 anos, grávida, denunciou nesta quarta-feira (23) que foi estuprada por policiais em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a denúncia, o namorado da vítima foi trancado em um cômodo da casa dela, enquanto dois policiais militares a violentaram. Os militares também teriam oferecido ao namorado da mulher pedras de crack depois do estupro.
Além de supostamente estuprar a mulher os policiais, um cabo e um soldado do 39º Batalhão da Polícia Militar, também teriam agredido o namorado dela. O namorado afirmou na denúncia que tentou em vão impedir a agressão contra a grávida e acabou apanhando.
Os militares entraram na residência da mulher, no bairro Santa Cruz, sob argumento de fazer buscas por drogas, na noite de terça-feira (22), por volta de 23h. Na manhã desta quarta, os policiais envolvidos foram ouvidos e passaram por exames no Instituto Médico Legal (IML), assim como a vítima. Os resultados ficam prontos em 30 dias. A Polícia Militar informou que o cabo e o soldado poderão responder por crime na Justiça Militar, se ficar comprovado o estupro da mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário